O ano que não queria terminar

Friozinho gostoso lá fora, aqui dentro uma aconchegante taça de vinho, escrevendo a última página do último capítulo desse livro chamado 2016, mais conhecido como o ano que não queria terminar.  De pura macaquice, como comprova o horóscopo chinês! Mas a meia noite está se aproximando e, sem pausa sequer para respirar, vamos começar a escrever o próximo livro.

                Muitos capítulos desse ano foram tristes, bem tristes... tanta gente boa foi embora, atentados, brigas, discussões políticas, amigos separados por ideologias, a Síria, a Chape... outros foram assustadores, tragédias, violência gratuita, racismo, guerras... não houve muitos momentos de comédia, pois houve poucos discursos oficiais, mas o cheirinho de hepta foi o campeão do ano! Houve, em cada capítulo, marcas da saudade de pessoas queridas que tanto nos ajudaram desde 2007... Saudades dos churrascos, das festas improvisadas, dos momentos de bebedeira e risadas incontroláveis. Saudades de mãe, filhos, sogra, primos, amigos...

Mas esse livro marcou realmente a mudança. Nada do que é hoje sequer se parece com que era em dezembro de 2015. Mudança de casa, de país, mudanças políticas, geográficas, econômicas. Encontramos novos amigos, aprendemos tanto, absorvemos parte de uma cultura nova, ensinamos um pouco da nossa. Fizemos churrasco, sem carvão e sem picanha, mas com cerveja e calabresa. Andei na neve, caí no gelo, passei frio e adorei! Até meu Palmeiras foi Campeão!!!

Aprenderei com as coisas ruins, superarei as tristezas, valorizarei o que me fez bem e aprenderei com o que me fez mal. Deixarei escritos os nomes daqueles que por qualquer razão não quiseram mais fazer parte da nossa história. Esquecerei o que me fez sentir raiva, pois quero lembrar somente do amor. E como recebi e dei amor nesse ano. Muito, de todos os lados e de todos os lugares.

Agora é chegado o momento de pensar adiante. Já tenho o rascunho do que quero escrever para 2017 e onde quero chegar e gostaria muito de convidar vocês, meus amigos queridos, a fazerem parte dessa narrativa e me ajudarem a escrever alguns (ou todos) desses capítulos. Vem comigo? Estou esperando cada um de vocês.

 

Feliz 2017!



Escrito por Luiz Totti às 18h20
[] [envie esta mensagem] []



[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]





Meu perfil
BRASIL, Sudeste, SALTO, Homem, de 36 a 45 anos, Portuguese, English, Gastronomia, Viagens, Cozinhar


Histórico
    Categorias
    Todas as mensagens
    Citação
    Referência
    Dicas de restaurantes
    Gestão de Negócios
    Administração Geral
    Receitas


    Votação
    Dê uma nota para meu blog


    Outros sites
    THIS BLOG IN ENGLISH
    Meu perfil no LinkedIn
    Blog da Eliana Totti
    UOL - O melhor conteúdo