Águas de Dezembro (uma adaptação descarada de Águas de Março, de Tom Jobim)

Para desejar a todos um lindo 2014!

 

Que seja pau, que seja pedra, mas que seja, principalmente, o começo de um novo caminho.

Que seja o resto do toco, mas nem um pouco sozinho, limpar os cacos de vidro, ser a vida, ter o sol!

Que seja a noite, nunca a morte, um laço de amor, até mesmo um anzol.

A dura peroba, no campo ou na cidade, que sejamos fortes como o nó da madeira.

São tantos mistérios, rasos ou profundos, são tombos da ribanceira, queira ou não queira

Que seja o vento, ventando na popa e, finalmente, o fim da ladeira!

A viga, que sustenta, a festa, nunca em vão, nem sempre na cumieira.

Que venha a chuva, chovendo, e muitas conversas, nem sempre ribeiras,

Que seja o fim da canseira, com as águas de Dezembro, abrindo mais um ano.

Seja o pé, seja o chão, uma marcha estradeira, passarinhos na mão, amigos no coração, esqueça a atiradeira (guarde as pedras para construir!!!)

E a ave (seu sonho), esteja no céu, esteja no chão,

Um regato, uma fonte, um pedaço de pão, uma cerveja e muita carne!

Vamos sair do fundo do poço, fazer do fim do caminho um novo atalho

Mesmo com algum desgosto, no rosto, mas nunca sozinho!

Doeu o estrepe, ardeu o prego, feriu a ponta... mas ponto!

Cada pingo que pingue, uma esperança, uma conta, vários contos!

Um peixe, um gesto, a prata ($$$$) chegando

Busque a lenha, brilhe o dia, no fim da picada, o ouro brilhando

Cada tijolo que chegue, construa, seja a luz da manhã

A garrafa de cana (ou um copo de chopp!), muitos beijos na estrada

São as águas de Dezembro refrescando o verão,

É promessa de (muita) vida em nosso coração!

Mate as cobras, seja João ou José

Não será fácil, muitos espinhos na mão e cortes no pé virão!

Mas que seja pau, que seja pedra, mas que seja, principalmente, o começo de um novo caminho.

E que seja o resto do toco, mas nem um pouco sozinho, limpar os cacos de vidro, ser a vida, ter o sol!

E que seu novo passo seja uma ponte! E que tenha um belo horizonte, e que a febre terçã seja, na verdade, a manifestação de seu desejo de vencer! Tenha febre, mas febre de sucesso!

 

Que 2014 signifique não apenas um novo ano, mas um novo eu, um novo você, um novo “nós”...



Escrito por Luiz Totti às 11h40
[] [envie esta mensagem] []



[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]





Meu perfil
BRASIL, Sudeste, SALTO, Homem, de 36 a 45 anos, Portuguese, English, Gastronomia, Viagens, Cozinhar


Histórico
    Categorias
    Todas as mensagens
    Citação
    Referência
    Dicas de restaurantes
    Gestão de Negócios
    Administração Geral
    Receitas


    Votação
    Dê uma nota para meu blog


    Outros sites
    THIS BLOG IN ENGLISH
    Meu perfil no LinkedIn
    Blog da Eliana Totti
    UOL - O melhor conteúdo